Mais Poesia

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Começando o Dia

Mal abro os olhos ao acordar
E já posso decidir
Se vou me alegrar
Ou se vou desanimar
O caminho mais fácil é se entregar
Aos pequenos contratempos da vida
Mas quem tem fé, nunca desanima
Aproveite as chances que Deus te dá
Para sorrir ao se levantar
O dia será maravilhoso
E o que é do bem
Te encontrará

Aline Madruga

sábado, 27 de agosto de 2016

Chega mais! Tenho Algo Para Frisar...

Gosto de frisar
Que com a opinião dos outros
Você não deve se preocupar
Não leve tão a sério
Não perca seu sono
Quem passa muito tempo 
Julgando as atitudes alheias
Normalmente são aqueles
Que agem sempre preocupados
Em provar algo para alguém
Em mostrar alguma coisa
Que consideram importante
Mas na verdade é relevante
Vivem atrás de capas
E máscaras
Tentando desafiar
Os desafinados
Que aplaudem tudo
Como macacos de brinquedo
Que batem pratos
E se misturam num eterno convívio
De competições dentro de seus delírios
Daquilo que lhe trazem um certo alívio
Para seus valores fúteis
Esperando por elogios inúteis
E esquecem de cuidar das suas próprias feridas
Abertas e ainda ardidas
Que se contentam com pouco
Porque ainda passam muito tempo
Preocupados em como anda a vida do outro
Então relaxe e viva
Do jeito que lhe cabe
E que deve ser
Só ouça o que realmente importa
Os outros sempre terão algo a dizer

Aline Madruga





quinta-feira, 25 de agosto de 2016

As Palavras

Às vezes me fogem as palavras
Fico sem saber o que falar
Pego um papel
E começam a brotar
As ideias nascem
E preenchem cada espaço
Escrevo para me expressar

E amo o que faço

Aline Madruga

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Professora Amada (Inspirado na minha mãe)

Tão bonita, Tão bela
Todo dia ela sorria
Se arrumava até para ir na padaria
Sempre vaidosa
Com elogios ficava prosa
Tão inteligente, tão contente
Com qualquer pessoa se entrosava
Seu perfume exalava
Sua voz encantava
Tão meiga, tão doce
Com crianças à sua volta
Que a amavam e se importavam
Cresciam e não a esqueciam
Até hoje lembrada
Por uma infância marcada
Professora amada
Tão abençoada, tão iluminada
Parece que saiu do conto de fadas
Nasceu para ensinar
Tem o dom da palavra
Tão linda, tão querida
Sempre bem recebida
Sempre bem-vinda

Aline Madruga

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Boa Semana!

Abrace a semana
Como alguém que se ama
Eleve os pensamentos
A todo momento
Conflitos só existem dentro de nós mesmos
Se estivermos bem
Qualquer peso aguentaremos
Que nada abale
Que nada atrapalhe
Siga em frente
Sem se preocupar se atrás vem gente
Isso não é uma competição
É questão de força e opinião

Aline Madruga

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Obaluaê

Obaluaê
O sonho que tive com você
Não consigo esquecer
Era tudo muito lindo
Pra você eu dancei
E meu véu joguei
Proteja minha família
Esteja sempre em nossas vidas
Com pipoca te saudarei
E de você sempre lembrarei
Atotô meu rei!
Aline Madruga

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Eu, Pássaro!

Não quero chão
Quero céu
Não quero grades
Quero galhos de árvores
Não quero cimento
Quero mato e vento
Não quero comida feita
Quero sementes e restos de colheita
Quero pousar
Quero cantar
À luz do sol, minha beleza mostrar
E se você me amar
Todo dia irei te visitar

Aline Madruga

domingo, 14 de agosto de 2016

Domingo

Domingo bom
É domingo sem pressa
Amanhã é segunda
Isso não me interessa
Aproveita a sesta
Do fim de tarde
Amanhã é segunda
Não vamos fazer alarde
Um almoço em família cai bem
Aquela macarronada sempre tem
Amanha é segunda
Ah...nem vem
Vou bem devagar
Curtir e relaxar
Recarregar as energias
A semana vai começar
E vai começar muito bem
Amanhã é segunda
E eu estou bem

Aline Madruga



Dia dos Pais

Ele é mais que um pai
Ele é meu super herói
Me salva quando aqui dentro dói
Não importa a minha idade
Sempre que eu preciso me dá colo
E procura fazer a minha vontade
Ele tá no meu sorriso
Na cor do meu cabelo
Nos meus olhos
Faço parte do que ele construiu
Com amor e com carinho
E sempre achando que poderia ter feito mais
Mas o que ele não sabe
É que até hoje ele faz
Meu pai é demais!

Aline Madruga

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Reza

Reza a curandeira
Com seu manto branco
E reza a lenda
Que cura qualquer pranto

Não foi Deus, foi sorte
Disse o descrente
Salvo da morte
Mas rezou quando se viu sem norte

E cada um com seu jeito
Vai rezando ou não
Tem reza falada
E tem a ação

Reza boa
É aquela feita com o coração
O contrário
É sermão

Aline Madruga

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Eu...ao Natural

Hoje eu vou descabelada
De cara lavada
Sem boca pintada
Bem natural
Mostrando qualquer sinal
Despreocupada
Com minha roupa mais larga
Sem salto alto
Com perfume barato
Hoje eu tô afim
De sair assim

Aline Madruga

Ela é tão linda...

A vaidade fez ela se perder na ingenuidade
Nunca era o suficiente
Desde a dieta da moda
Até o clareamento dos dentes
Muito bonita por natureza
Mas nada tirava sua tristeza
Sua ânsia pela beleza
Era um salto de tirolesa
Até que ela encontrou alguém
Que a tratou melhor do que ninguém
E a fez se sentir tão bem
Que tirou sua dor
Ela parou de procurar tanto
Por receitas de beleza no computador
E passou a escrever cartas de amor
Nunca a vi tão linda...

Aline Madruga