Mais Poesia

segunda-feira, 18 de julho de 2016

Decisão

Hoje decidi parar
Parar de entender
Pessoas complicadas
Que travam qualquer jornada
Com desculpas esfarrapadas
Que fazem pouco caso
Que somem ao acaso
Que num dia te amam
E no outro te estranham
Que na sua frente falam de amizade
E nas suas costas
Fazem críticas amargas
Que perdem o interesse
Na primeira oportunidade
De se dar melhor do que você
Que só são prestativas em dias ruins
E te condenam em dias felizes
E vice-versa
Porque é mais fácil
Te admirar
Enquanto pior do que elas você está
Que te prometem mundos e fundos
E depois ficam em cima dos muros
Fingindo serem surdos
Dando uma de distraídos
Falando suas versões
Totalmente destemidos
Como se fosse fácil viver assim
E suas mentiras não fossem chegar a mim
Passo a bola para frente
Quero distância dessa gente
O que é bom, flui tranquilo
O que é ruim, traz desalinhos

Aline Madruga

Nenhum comentário: