Mais Poesia

sábado, 11 de junho de 2016

Coisas da Idade

Ficar no mesmo lugar
Já não tem mais graça
Quero jogar dominó
Em várias praças
Com conversa fiada
Sem hora pra acabar
Ando muito acelerado
Preciso andar devagar
Quero provar outros sabores
Aprender a tocar um novo instrumento
Antigamente, eu vivia sem tempo
Fico atento
Ao meu alento
Vou viver este momento
Sentir o vento
Com roupas largas
Sorriso no rosto
E o suficiente dentro do bolso

Aline Madruga

Nenhum comentário: