Mais Poesia

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

A Maldade Dela

Ela tá com mania de colocar palavra na minha boca
Que louca
Ela coloca palavra na boca alheia
Que feia
Melhor me manter distante
Essa mania é um perigo constante
Pode causar discórdias
Desordens e brigas
Em um instante
Que pessoa implicante
E ela não se toca
Ela vibra com fofoca
Tá sempre com a boca torta
Nem se importa
Depois que o circo pega fogo
Faz cara de desgosto
Mas aí não adianta nada
Foi ela quem pôs a palha
Pro fogo pegar mais rápido
A maldade dela tarda
Mas não falha

Aline Madruga

Nenhum comentário: