Mais Poesia

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Pra alegrar a noite, o dia, sempre cabe ler um pouco de poesia...

E no próximo passo
Eu dou um laço
Se apertar e virar nó
Eu viro pó
E do pó de arroz
Consigo tirar beleza
E de toda tristeza
Sai a pureza
Que só assim consigo enxergar
De todas as coisas, algo de bom vou tirar
Para ser belo
Eu até gostaria do amarelo
Para achar lindo
Não preciso de absinto
Basta parar e respirar
E a emoção vai me deixar levar.
Aline Madruga

3 comentários:

Aline Madruga disse...

Filha querida, adorei seus poemas!
Parabéns!!!!
Acredito no seu potencial de poetisa.

Que lindo, tenho uma filha poetisa !!!!
Que seu sucesso seja crescente!
Beijo grande ,
Mamãe.

Mabel Madruga disse...

Lindo!!!
Mamãe

Alessandro De Souza Baptista disse...

Lindo! Parabéns!