Mais Poesia

domingo, 10 de janeiro de 2016

Brincadeira na Casinha de Boneca


Estavam todos dormindo
Na casinha de boneca
Calma! Calma menina!
É hora da soneca

Mas a menina queria brincar
E um dinossauro veio andando devagar.
Ele se aproximou da casinha
E começou a gritar:

"Uahhh! Uahhh!"
O dinossauro gritou tão alto
Que todos começaram a acordar
E ao ouvir o barulhão
Levaram um sustão

"Cuidado! Cuidado!
Vem vindo um dinossauro
Ele é verde e grande
Tem olhos amarelos e redondos
Sua pele é nojenta
Tem rabo longo"

"Pare! Pare dinossauro!
Não grite tão alto
Está assustando meus amiguinhos
Preferimos o som dos passarinhos"

"Eu vou salvar vocês!
Não tenham medo!"
-Gritou uma voz que vinha de longe
Era o menino com seu super-herói falante

"Vai embora dinossauro!
Com meu melhor golpe te jogo lá para o alto
E aqui você não volta mais
Meus amigos querem ficar em paz"

E todos pularam e sorriram
Pra sua soneca voltariam
Cantaram uma musiquinha divertida
E o herói anunciou sua partida

"Mas se precisarem de mim
É só chamar
Mesmo de longe vou escutar
E num minuto, vou chegar"

E assim como toda história,
essa chegou ao fim
Todos voltaram às suas caminhas
Era brincadeira na casa de boneca da menina

Aline Madruga

Um comentário:

Mabel Madruga disse...

Se inspirou nas brincadeiras do Enzo.
Estou vendo ele brincar.
A criança disperta em nós poesia , pureza,alegria,sonhos e um amor imenso. Lindo poema!