Mais Poesia

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

As Semanas


Na segunda sou dor,
Na terça pareço flor,
Na quarta sou ar
Pra quinta acordar.
E sexta quero amar,
Já que sábado vira mar.
No domingo não quero esperar.
Mas eu poderia na segunda fazer amor
Pra tirar aquele peso de dor
Que insistem em inventar,
Já que terça tá aí e parece que nem vi.
Porque quarta é sempre assim.
Parece que quinta não tem fim.
Mas na sexta vou reinventar
Um sábado inteiro pra me lembrar
Que domingo é dia de recomeçar.




Aline Madruga

3 comentários:

Cláudia disse...

Amei!!!
Parabéns!!

Carou Ferreira disse...

Uauuuu, gostei 😍😍😍

Sonia Madruga disse...

Que graça, Aline querida, a poesia do seu olhar transformando em roda gigante, tobogã, trem fantasma e açúcar Candy o calendário e as atribulações de uma semana cheia de ordem!
Te amo querida.
Gostei muito ❤️🔮